segunda-feira, 4 de março de 2013

Torneio 3+1, o torneio do "Não é pior que 20"

Dia: 3 de Março
Local: Pestana Beloura Golfe - Sintra

Joguei este domingo passado o torneio 3+1. Tal como no ano passado, escolhi mesmos os tacos: 4,7, pitch e putt. E este ano não podia ter escolhido pior combinação. Ou então fui eu que não joguei bem. Uma das duas. Ou talvez mesmo as duas.

Enquanto esperava pelo grupo da frente em diversos torneios, entretinha-me a escrever no meu carro... Não liguem...



O torneio foi em shot-gun com início às 8h30 e o tee de saída foi o 11 com minha mãe, Maria José Moreira, José Francisco Claro e Manuel Violante.

Depois de um torneio com uma ventania de todo o tamanho tivemos a oportunidade de jogar com um tempo bastante agradável, com apenas uma pequena quantidade de vento tão característica de Sintra. Mesmo ameaçando chuva, o sol esteve sempre presente o que foi muito bom.

      Tempo com sol agradável                                                            Tempo ameaçando chover


Jogar apenas com 3 tacos tem que se lhe diga! E infelizmente as coisas não me correram bem neste torneio... Mas nada bem mesmo. E não pensem que estou a exagerar!
Por exemplo: nos buracos de par 4 e 5, como queria que a bola fosse o mais longe possível e não tinha o meu drive, tive de me desenrascar com o ferro 4. Concentrava-me e tentava fazer um pouco mais de força para alcançar onde alcanço com o drive. Só que o ferro 4 não é nenhuma madeira de cabeça grande (!) e por isso a bola ficava antes da zona que consigo alcançar normalmente...


Mas isto até que nem foi a pior coisa. O pior foram os resultados que tive em cada buraco. Meus amigos, sigam este link* e tirem as vossas próprias conclusões. A minha é simplesmente esta : Porque raio não fiquei em casa neste dia?! Eu sei que só joguei com 3 tacos mas isso não é desculpa!
Acredito que os principais culpados desse crime tenham sido o meu método de jogo, a força usada e a má execução dos putts: quando tinha a ideia que não chegava, por exemplo, ao green e estando a pouco menos de 100m , pegava no ferro 7 e passava aquela %$#&§! Depois era falhar os putts a torto e a direito!  
Naqueles buracos em que fiz mais de ou igual a 7 pancadas eu só pensava na seguinte frase: Não é pior que 20"**. E não era pior, efectivamente, mas foi a única coisa que me ajudou a acalmar de tanta raiva e nervos que se me acumulavam na consequência daqueles maus resultados!


Na altura em que me apercebi que andava a jogar com o método errado, faltava 2 ou 3 buracos para o torneio acabar! Que miséria...
Claro que com isso, veio a classificação final: 34º Lugar Net (portanto ÚLTIMO LUGAR!) e 24º Gross.


Devem estar a pensar: Porque raio entregou ela o cartão? Meus amigos, muitos jogadores nestas circunstâncias não entregam os seus cartões de jogo. Um mau resultado não faz desse jogador um mau jogador, mas ajuda-o a crescer com os erros cometidos, e este é um dos que não quero voltar a cometer!
Moral da história: Pensar bem antes de escolher os tacos!

Já agora, vocês também entregavam o cartão?

Até à próxima!
Beijinhos golfistas,
mmap

* Se o link não funcionar é porque o DATAGOLF está em actualização. Por favor esperem um pouco e tentem mais tarde. Obrigada!
**A frase "Não é pior que 20" provém de um torneio de juniores em 2007 no Campo do Golden Eagle, buraco 11 fiz 20 pancadas devido à teimosia de tentar passar aquele lago...


Enviar um comentário